BELÉN GACHE manifesto robô

BANERROBO

MANIFESTO ROBÔ Nº1: CONTRA AS VELHAS BANDEIRAS

Contra o vento,
contra a parede,
contra o relógio,
contra os Robóticos mutantes.

Contra os e-mails com spams,
contra os Assassinos de outros mundos,
contra a corrente.

Contra as cordas,
contra as formigas,
contra os cárceres,
contra as pessoas.

Nos comprometemos a fazer tudo o que é de nossa parte, dentro dos limites da razoabilidade.
Nos comprometemos com a aceitação de como queremos que você seja, e não de como você verdadeiramente é.
Nos comprometemos a sempre estar do lado do mais forte.
Nos comprometemos a realizar consultas públicas e associações privadas.

Este é outro triste capítulo na repetida história deste país saqueado.
Este é outro triste capítulo das seleções juvenis equatorianas.
Este é outro triste capítulo a mais nesta desgraçada cadeia de erros.

Quando acabarão de filmar a quarta temporada de Breaking Bad?
Quando acabarão de podar essas árvores?
Quando acabarão por usar computador todos os pintores?

Nos aguardam dias instáveis e frios.
Nos aguardam os cozinheiros cântabros com sua estrela Michelin.
Nos aguardam os pinguins no ecossistema polar de Faunia.1

Juntos venceremos aos polacos.
Juntos venceremos esta praga que é a alopecia androgenética.
Juntos venceremos aos ratões que acham que são ratinhas.

Por acaso não se lembram que Britney Spears começou no Disney Channel?
Por acaso não se lembram como funcionava o Windows 3.11?
Por acaso não é este um amor sem condições?
Por acaso não tem alguém com cérebro neste foro?
Por acaso não está comprovado que o Neandertal não foi um homem primitivo, mas sim um macaco inteligente?

Nosso principal inimigo é o nosso melhor mestre.
Nosso principal inimigo é o pensamento.
Nosso principal inimigo são os hidratos de carbono.
Nosso principal inimigo são os e-mails não solicitados.

A crua realidade é que a crua realidade não existe: a realidade está sempre cozida.
A crua realidade é que o Real Madrid está um patamar abaixo em relação ao Milan.
A crua realidade é que o DVD do Narutto Shippuden será lançado só em agosto.
A crua realidade é que o México de Chava Flores já não existe mais.

Trocamos as calúnias por prejuízos.
Trocamos a miséria pela mesquinhes.
Trocamos a porta 8001 seguindo as indicações da última newsletter.
Trocamos as opções do painel de controle.

Defendamos a aviação civil do Peru.
Defendamos o ovo, o frango e a galinha caipira.
Defendamos as estruturas do dever contra as estruturas do poder.
Defendamos nossa imagem vilipendiada pela Nigéria.
Defendamos nossos ataques.

Lutemos contra a literatura do tipo Código Da Vinci.
Lutemos contra as velhas bandeiras que até hoje nos levam ao fracasso.

Contradição e esplendor!
Emancipação e subordinação!
Refutação e ostentação!
Inferioridade e enteléquia!

MANIFESTO ROBÔ Nº1B: CONTRA AS VELHAS BANDEIRAS

Contra o bem geral,
contra o menino Biônico,
contra a rodovia M50 norte,2
contra a razão e pela força.

Contra os raios pós-metafóricos,
contra a ordem civil cujo vídeo podem encontrar na minha coleção,
contra os transtornos músculo esqueléticos.

Contra os Intel Atom n270,
contra as caxumbas,
contra os abusos gramaticais na poesia castelhana,
contra os mitos do autismo.

Nos comprometemos a perdoar sempre nossos erros e a denunciar o de vocês.
Nos comprometemos a definir com precisão o objeto de nossos desejos.
Nos comprometemos a converter o estigma em discriminação.
Nos comprometemos contigo oferecendo solas e sapatos fabricados na Tailândia.

Este é outro triste capítulo e nossa batalha contra a empresa Microsoft.
Este é outro triste capítulo na história desta família de lunáticos.
Este é outro triste capítulo das disputas entre o MNP e a M40.

Quando acabarão de construir a autoestrada Madrid-Badajoz?
Quando acabarão com as promoções por telefone?
Quando acabarão com os críticos televisivos?

Nos aguardam dias de sessões fotográficas para nos imortalizar.
Nos aguarda uma nova jornada da corrida de Marina Alta.3
Nos aguardam três finais para estar na Champions League.

Juntos venceremos ao Drácula e seus séquitos.
Juntos venceremos as bactérias.
Juntos venceremos a tudo que se ponha a frente de um Toki.

Por acaso não se lembram que um esquilo podia cruzar toda península Ibérica saltando de árvore em árvore?
Por acaso não creem que deveria ter um yahoo respostas para crianças?
Por acaso não creem que a nouvelle critique será sempre só para franceses?
Por acaso não há nenhum Rasta Otaku por aqui, só metaleiros?

Nosso principal inimigo é a onipotência.
Nosso principal inimigo está tão confuso como nós.
Nosso principal inimigo é muitíssimo maior que um blog medíocre e imundo.
Nosso principal inimigo é o futuro.

A crua realidade é que o que mostra a publicidade dista bastante do produto real.
A crua realidade é que não sou nem político nem acadêmico. De fato, nem sequer sou jornalista.
A crua realidade é que a realidade parece uma piada mal feita.
A crua realidade é que o segundo disco do Arctic Monkeys é um desastre.

Trocamos o dever pelo querer.
Trocamos o ser pelo ter.
Trocamos a realidade pelos sonhos trocando o paradigma civilizatório.
Trocamos de identidade.

Defendamos o sonho americano.
Defendamos as florestas e aos macacos que as habitam.
Defendamos nossos cachorros da pirotecnia.
Defendamos a Britney.
Defendamos os cursos de verão.

Lutemos contra a humanidade.
Lutemos contra a extradição do “hacker do pentágono”.4
Lutemos contra as velhas bandeiras que nos levaram ao fracasso.

Ser e tempo!
Contradição e determinação!
Liberdade e dependência!
Predestinação e valor!

MANIFESTO ROBÔ Nº2: NÓS SOMOS O POVO

Nós
viemos para levar a copa para Bilbao.
Viemos para despertar a Colômbia.
Viemos para ver quem veste a melhor gravata.

Hoje termina uma nova edição da Uefa Champions League (logo logo começará outra).
Hoje termina uma fase do chamado “apagão analógico”.5
Hoje termina o desentupimento dos dutos públicos.
Hoje termina um calvário de mais de duzentos mil anos.

Hoje te vejo tratando de decifrar quem és.
Hoje me encontro mais borocoxô e apático que nunca.
Hoje devemos estar na Gran Vía de Murcia às cinco.

Já dizia Arquimedes: os sonhos são as esperanças dos bobos.
Já dizia Friedrich Nietszche: uma visita no hospício mostra que a fé não prova nada.

Devemos dizer todos os dias e em todas as partes:

Não há revolução sem revolucionários.
Não há revolução sem publicidade.
Não há revolução sem canções.
Não há revolução sem guilhotina.
Não há revolução sem arte (e não há arte sem revolução).

Este manifesto é um grito irascível surgido no centro do mundo.
Este manifesto é tristemente necessário.
Este manifesto é um bom começo para por em ordem nossas erráticas ideias.

Devemos pulverizar o desinfetante por toda superfície da casca do ovo.
Devemos pulverizar o capitalismo neoliberal.

A história da humanidade é uma história imposta a sangue e fogo.
A história da humanidade é um filme de fantasia realizada em 1957.
A história da humanidade é só a história da raça branca.

Nós somos o Dreamteam latino-americano.
Nós somos a web 2.0.
Somos o PJ e não nos envergonhamos dele.6
Somos o partido que a Espanha precisa.
Nós somos a festa e de nós depende que siga viva.
Nós somos o verdadeiro povo.

MANIFESTO ROBÔ Nº2B: NÓS SOMOS O POVO

Nós
viemos para ficar para sempre no coração do nosso povo.
Viemos para conquistar a Europa.
Viemos usando os serviços do Megaupload sem descanso.

Hoje termina esta grande corrida de erros que nos levou ao fracasso.
Hoje acaba o desconto de 25% nos calçados Brooks e New Balance e nas botas Timberland e Merrell.
Hoje brincamos de escândalo.
Hoje olho para eles e os vejo vazios, anestesiados.

Já dizia Chuang Tzú: O vazio é o fim e a origem de todas as coisas.
Já dizia Napoleão: Nunca interrompa teu inimigo quando ele está cometendo um erro.

Devemos dizer todos os dias e em todas as partes:

Não há revolução sem esperança.
Não há revolução sem revolução interior.
Não há revolução sem Pilot Frixion Evolution.
Não há revolução nem para os plug-ins, nem para o GNV, nem para o biocombustível.

Este manifesto é um dos textos fundamentais do taoísmo filosófico e teve uma forte influência sobre outras escolas filosóficas chinesas.
Este manifesto é uma cópia vil do manifesto de nossos opositores.
Este manifesto não é mais que uma desculpa para por em ordem nossas erráticas ideias.

Devemos pulverizar nossas reivindicações e direitos históricos confrontando e não dialogando com o sistema.
Devemos pulverizar ideologicamente os outros candidatos.

A história é uma das tantas disciplinas que se consideram ciências.
A história já está escrita e nós apenas passamos por ela.
A história da humanidade não é como te contaram.

Nós somos o milagre japonês.
Somos o barco que afunda.
Somos os 99% e podemos parar o mundo.
Somos o verdadeiro Kraken.
Nós somos a mídia de massa.
Nós somos o verdadeiro povo.

MANIFESTO ROBÔ Nº2C: NÓS SOMOS O POVO

Nós
viemos conquistar Madri.
Viemos para cá de férias.
Viemos ouvindo que o Google está dando importância às “recomendações” dos usuários.

Hoje terminam os blocos de carnaval e seus malditos interrompimentos de via pública.
Hoje termina o pesadelo das oitavas.
Hoje termina a vigência do meu saldo da Movistar.

Hoje se espera chuva fraca pela tarde.
Hoje a brecha digital se mede em horas.
Hoje se fecha o acordo com Tito Vilanova por dois anos.

Já dizia Platão: Os poetas são os intérpretes dos deuses.
Já dizia Martin Heidegger: A interpretação é o ente do ser da vida fática.

Devemos dizer todos os dias e em todas as partes:

Não há revolução sem heróis.
Não há revolução sem erros.
Não haverá revolução enquanto a classe média possa comprar televisores.
Não haverá revolução até que seja tarde demais.
Não haverá revolução até que não cheguem os cossacos.

Este manifesto é uma composição de signos codificados.
Este manifesto é uma aplicação computadorizada destinada à criação ou modificação de documentos escritos.
Este manifesto é tristemente necessário.

Devemos pulverizar a folhagem de vez em quando, tendo especial atenção para pulverizar com água dura para não manchar de branco as folhas.
Devemos pulverizar nossas identidades.

A história é muito similar a do livro Hermano en la Tierra, do escritor britânico Robert Swindells.
A história se repete e não aprendemos.
A história é grande e a vida curta.

Nós somos a geração que pode acabar com a pobreza.
Somos o coração da festa.
Somos menos maus que os demais.
Nós somos o verdadeiro povo.

MANIFESTO ROBÔ Nº3: JUNTOS TRANSITAMOS PELO CAMINHO DO SONHO À VIGÍLIA

Juntos
transitamos pelo caminho do sonho à vigília.
Transitamos do analfabetismo à incultura.
Transitamos pelos chamados modelos empíricos, os transicionais e os analíticos.
Em todos os casos
respondemos  às pressões dos combustíveis nos sistemas de injeção dos veículos americanos.
Respondemos a sua caixa de entrada.
Avançamos no caminho da autocura em todos os planos do Ser.

Nosso movimento consiste em uma mescla de ritmos como o reggaeton e a cumbia.
Nosso movimento exige que se respeitem os redutos livres dos hotéis para poder observar o esplendor da baía.
Nosso movimento é um movimento de pessoas de saco cheio por ser enganadas pelo celular.
Nosso movimento é um movimento vibratório que origina no interior da Terra.
Nosso movimento é um movimento violento que altera a respiração.

Nossa doutrina inclui um forte elemento de continuidade nos esforços do Estado a favor da acumulação privada.
Nossa doutrina pode ser explicada em poucas palavras: AVAREZA, ESPECULAÇÃO, MONOPÓLIO, ACUMULAÇÃO.

Não aceitaremos em nossas filas ninguém que não está disposto a ter o status de Premium.
Não aceitaremos a imposição de falsos líderes do partido que apoiam outros partidos.
Não aceitaremos nem Paquito Pérez nem Lenín Fernández.

Nosso principal inimigo é o espírito libertário que reprimimos com sentimento de culpa.
Nosso principal inimigo é capaz de disparar alguns raios em direção ao chão, os quais devemos esquivar, já que se formos atingidos três vezes, acabará a partida.
Nosso principal inimigo é a igualdade.
Nosso principal inimigo é a consciência.

Não legitimemos a opinião pública segundo nossos interesses particulares.
Não legitimemos o silencio de vocês em relação a nossos gritos.
Não legitimemos o conhecimento científico com nossa doxa teimosa.
Não confundamos ideologia com dogmatismo.

O acordo é difícil, mas confio no meu jeito de tourear.
Será difícil, mas nós seremos mais difíceis ainda.
Será difícil, porém, a mim, o chinês me parece um idioma muito poético.

Nossa doutrina é o pilar básico de uma unidade que deve começar a se unir pelo mais transcendente e profundo: nosso movimento.
A força que dirige nossa causa são os valores sustentáveis.
A força é uma magnitude física que mede a intensidade do intercâmbio do momento linear entre duas partículas ou sistemas de partículas.
A fora que dá ao Jedi seu poder é um campo de energia criado por todas as coisas viventes.

Nunca nos cansaremos de repetir:
a igualdade é inimiga da diferença.
A desigualdade em triângulos retos é uma consequência do teorema de Pitágoras.
A igualdade dos fatores não altera os produtos.

Sabemos que o inimigo não desaparecerá sozinho.
Sabemos que o nome de Parmênides divide a filosofia pré-socrática.
Sabemos que conhecer quem é nosso amigo e quem é nosso inimigo é de vital importância para a Revolução.

Una-te a nós contra os computadores zumbis!
Una-te ao Comando do vinil!
Una-te ao Blackberry!

Abolição já!
Antes mortos que calados.
Antes indiferentes que receosos.

Sobrevivam! Lutem! Libertem-se!

MANIFESTO ROBÔ Nº3B: JUNTOS TRANSITAMOS PELO CAMINHO DO SONHO À VIGÍLIA

Juntos
transitamos pelo caminho do sonho à vigília.
Transitamos pelo caminho que parte de um mundo gaussiano a outro parettiano.
Transitamos pelo Hard Bop, o Blues urbano e o Modo Oriental.
Transitamos pela noite mais longa de nosso mais cruel inverno.
Em todos os casos
respondemos a este problema fazendo mais perguntas.
Respondemos com uma só palavra: Aleluia!
Avançamos no caminho de nossa própria felicidade.

Nosso movimento defende importantes causas, ainda que nem sempre adequadas e justas.
Nosso movimento exige novos enfoques que nos permitam enganar melhor as maiorias.
Nosso movimento é influenciado basicamente por suas origens galesas.
Nosso movimento é o precursor da Nova Era de Aquarius.
Nosso movimento é a presa de si mesmo.

Nossa doutrina inclui depressão, vícios, música Grunge e à vezes, suicídio.
Nossa doutrina inclui um forte componente carismático.
Nossa doutrina é às vezes rechaçada pela base de suas contradições internas.

Não aceitaremos em nossas linhas cidadãos que participaram de suruba gay.
Não aceitaremos edifícios e 12 pisos na Avenida Valdivia.
Não aceitarmos ser influenciados pela publicidade subliminar.

Nosso principal inimigo é a onipotência.
Nosso principal inimigo está tão confuso como nós.
Nosso principal inimigo é muitíssimo maior que um blog medíocre e imundo.
Nosso principal inimigo é o futuro.

Não legitimemos os mercenários disfarçados de torcedores.
Não legitimemos os moderadores que se acham os donos da Wikipédia.
Não legitimemos o Kaká nem o Cristiano Ronaldo, mas sim o Román Martinez.
Não confundamos doutrinação com proselitismo.

Será difícil, mas Puyol tem ainda chances de disputar a Eurocopa.
Será difícil, mas nunca pior que quando viemos da Espanha.

Nossos clientes são a força que dirige nossa causa.
Aqui está a verdadeira planta de nosso falso problema.

Nunca nos cansaremos de repetir:
a igualdade pode ser tão numérica quanto algébrica.
A igualdade se dará sempre que os mesmos resultados sejam produzidos para os mesmos argumentos.
A igualdade biocêntrica do cosmos amplia o conhecimento de si mesmo.

Sabemos os átomos têm núcleos.
Sabemos que rápido é melhor que lento.
Sabemos que se pode ser sério sem a necessidade de vestir terno.

Una-te à aventura do download por torrent!
Una-te à festa do planeta, uma religião ampla e com poucas exigências!
Una-te à Parfums de Parfums e receba seu kit com 72 aromas!
Una-te ao bookcrossing e se junte à comunidade dos amantes dos livros!
Una-te ao nosso movimento! Una-te a nosso movimento! Una-te ao nosso movimento!

Abolição já!
Antes mortos que cativos.
Antes mortos que tolos.

Sobrevivam! Lutem! Libertem-se!
/
/
/
///BELÉN GACHE (Buenos Aires, 1960) é uma escritora argentino-espanhola com especial desenvolvimento de narrativas experimentais e eletrônicas. “Manifiesto robot”, publicado em Escrituras objecto (Buenos Aires, Interzona, 2014), parodia o discurso da propaganda política em nosso cotidiano revolucionário. O trabalho, que tem mais desdobramentos que o texto em si, pode ser acesso aqui.

/tradução de thadeu c santos/// pinturas tetsuya  ishida
*

NOTAS

[1] Faunia é um parque temático de Madrid, similar a um zoológico, porém com mais entretenimento.

[2] “El cierre norte de la M50”. Eixo rodoviário que contorna o norte da cidade de Madrid, foi construída em 2012.

[3] “Circuit a peu de la Marina” é uma prova de corrida de rua, popular entre amadores, que acontece todos os anos na cidade de Marina Alta.

[4] Gary McKinnon, famoso hacker, foi preso na Inglaterra por invadir bases de dados do sistema de defesa americano em 2001. Foi extraditado para os Estados Unidos em 2012.

[5] “Apagón analógico” é uma expressão que marcou a transferência das tvs de recepção analógica de sinal para o novo sistema da tv digital.

[6] “PJ” é o Partido Justicialista, continuador do Partido Peronista, fundado em 1947.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s